Conteúdo

NORMAS ABNT

As entidades Sindirepa-SP, Senai e IQA que fazem parte do Grupo de Trabalho do Subcomitê Brasileiro Automotivo CB-05 da ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas, iniciam o estudo para a revisão e atualização de normas técnicas relacionadas aos serviços automotivos. Das 27 normas de serviços automotivos existentes, 17 serão revistas e atualizadas.

 

O trabalho de revisão de normas de serviços automotivos é feito por representantes de entidades do setor de reposição, fabricantes de autopeças e reparadores sob a coordenação de Salvador Parisi, responsável pelo Subcomitê Brasileiro Automotivo CB-05 da ABNT e que também é vice-presidente do Sindirepa-SP. “É importante o envolvimento e a participação de fabricantes dos sistemas que serão atualizados e também dos reparadores que fazem a aplicação dessas peças. Trata-se de um fórum de estudos que resulta na criação de metodologias que facilitam os serviços no dia a dia das oficinas”, explica Parisi.

 

As normas que serão atualizadas foram criadas entre 1999 e 2002. De lá para cá, Parisi conta que houve muita evolução em tecnologia embarcada nos veículos que exige ajustes nas normas existentes. “Em alguns casos, serão alterados e ou complementados alguns detalhes e em outros vamos ter de estudar mais a fundo para fazer as mudanças”, revela.

 

Com mais de 30 anos de experiência no setor de reparação de veículos, tendo percorrido todas as regiões do País ministrando palestras técnicas gratuitas a milhares de reparadores, Parisi conta que a falta de acesso aos procedimentos contidos nos manuais de serviços dos fabricantes de veículos gerou a necessidade da criação de normas técnicas com o objetivo de padronizar a manutenção automotiva, oferecendo segurança e qualidade dos serviços prestados.

 

A primeira norma de serviços automotivos surgiu em 1993 e, hoje, o setor de reparação conta com 27. Segundo o coordenador do trabalho de revisão, as normas facilitam o trabalho dos reparadores, agilizam a produtividade, reduzem custos e também garantem que os serviços sejam realizados com qualidade, conforme exige o Código de Defesa do Consumidor. “É o respaldo legal que o  reparador precisa para executar o seu serviço de forma segura”, acrescenta. Parisi também alerta para a importância da utilização das normas de serviços como respaldo e proteção do reparador sobre o trabalho executado que pode ser contestado pelo cliente futuramente. “A oficina deveria colocar na ordem de serviço o número e título da norma que está utilizando para realizar o serviço, deixando explícito ao cliente que ele segue um padrão de qualidade e conformidade, o que proporciona um entendimento comum nas relações comerciais. Com isso, o reparador ganha a confiança do proprietário do veículo”, aconselha.

 

Além disso, é possível estabelecer uma linguagem única entre reparador e consumidor, com requisitos determinados pela norma que servem de parâmetros para a avaliação. Também é importante quando o reparador pretende participar de licitações de órgãos públicos na área de reparação de veículos.

 

Segundo Parisi, a norma é abrangente e dá diretrizes para a execução dos serviços com qualidade. O trabalho de revisão das normas de serviços é realizado com a colaboração de todos os envolvidos do setor. Os reparadores que quiserem contribuir e participar do estudo de atualização das normas devem entrar em contato com Sindirepa-SP pelo telefone (11) 5594-1010 ou por e-mail:  sindirepa@sindirepa-sp.org.brpara confirmar a sua presença.

 

Com a diversidade de marcas e modelos de veículos, o reparador necessita cada vez mais de informações técnicas e as normas foram criadas para suprir essa necessidade. No site do Sindirepa-SP www.sindirepa-sp.org.br, é possível fazer o download gratuito das normas.

 

 

Conheça as normas que serão atualizadas

 

NBR 14284:1999 - Carroçaria - Reparação e pintura dos componentes

NBR 14481:2008 - Diagnóstico e manutenção em motores ciclo Otto

NBR 14482:2000 - Substituição de bateria de partida

NBR 14752:2001 - Bomba elétrica de combustível - Ensaios de manutenção

NBR 14753:2001 - Válvula injetora - Ensaios de manutenção

NBR 14754:2001 - Sensor de oxigênio - Ensaios de manutenção

NBR 14755:2001 - Sensor de massa de ar - Ensaios de manutenção

NBR 14777:2001 - Remoção e instalação de vidros

NBR 14778:2001 - Inspeção, diagnóstico, reparação e/ou substituição em sistema de freios

NBR 14779:2001 - Inspeção, diagnóstico, reparação e/ou substituição em sistema de direção

NBR 14780:2001 - Inspeção, diagnóstico, reparação e/ou substituição em sistema de suspensão

NBR 14781:2001 - Inspeção, diagnóstico, reparação e/ou substituição em sistema de exaustão

NBR 14828:2002 - Procedimento de segurança para manutenção em veículos equipados com bolsa inflável (air bag)

NBR 14843:2002 - Regulador de pressão de combustível - Ensaio

NBR 14845:2002 - Motor de partida - Ensaio

NBR 14846:2002 - Alternador e regulador de tensão - Ensaio

NBR 14889:2002 - Versão Corrigida: 2003 - Inspeção, diagnóstico, reparação e/ou substituição em regulagem de motores ciclo Diesel

 

 

Mais informações:

Verso Comunicação e Assessoria de Imprensa

Majô Gonçalves - MTB 24.475

versocomunicacao@uol.com.br

versocomunicacao1@uol.com.br

(11) 4102-2000 / 99905-7008

Sobre a loja

LEVA E TRAZ, PERSONAL CAR, GUINCHOS, LAVA RÁPIDO, ESTÉTICA, CAR DETAIL, AUTO MECÂNICA, OFICINA, CENTRO E COMPLEXO DE DIAGNÓSTICOS, MOTORSPORT, PALESTRAS, TREINAMENTOS, ATACAREJO, DISTRIBUIDORA E COMÉRCIO AUTOMOTIVA DE AUTO PEÇAS, LINHA LEVE E PESADA (diesel, caminhão, motopeças, bicicletas, trator, agrícola), ESCRITÓRIO DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO, ATACADO E VAREJO, COMÉRCIO E REPRESENTAÇÃO COMERCIAL, PRODUTOS DE INFORMÁTICA, BABY, KIDS E SEGURANÇA PATRIMONIAL, FUNILARIA E PINTURA, VENDA E REFORMAS DE RODAS

Pague com
  • Bcash
  • PayPal
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Posto de Escapamentos W&M Ltda Epp - CNPJ: 65.066.102/0001-55 © Todos os direitos reservados. 2018